Caroline Prüfer

Caroline Prüfer
«Querer demonstrar o que ainda não é provado, o que não tem resultados visíveis, é a primeira dificuldade. No momento em que temos a liberdade de desenvolver, de criar e de sentir que está na nossa mão aquilo que pode ser a nossa profissão, o nosso orgulho, o nosso propósito de vida, acho que é muito difícil pensar em trabalhar para outra pessoa.»

Para arrancar com uma empresa de serviços, Caroline reconhece que, mais do que dinheiro, o tempo é o principal investimento: a dedicação, a vontade e o empenho pessoal dos profissionais são o que fazem a diferença.

Para se ter sucesso, defende, é preciso conhecer o mercado e direcionar o rumo da empresa em função das necessidades e não apenas de uma paixão.

 

Ajude-nos a melhorar este projeto respondendo a quatro questões.
É técnico/a e pretende acompanhar pessoas com potencial empreendedor?